segunda-feira, 19 de abril de 2010

Não quero parar

Porque os sentimentos são intensos
E amar também é assumir os erros
Porque quando se ama,
A verdade não dói
E o que se constrói
Exige coragem
Não me largues da mão
Não quero parar
O resto é paisagem
E eu não vou voltar atrás.

23 comentários:

  1. Lindo, lindo, lindo.

    Tenha uma ótima semana e muito obtigado.

    http://tocadocogumelo.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. ola gostei muito do blog parabems
    e pelos textos

    www.jacksomhonorato.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. muito obrigado por me seguir

    a propósito
    quem gostaria de um vampiro ?

    ResponderEliminar
  4. se nao dormir nao da pra parar de mexer no blog rsrsrs

    ResponderEliminar
  5. Olá!
    Você gosta de ler?
    Então acho que você vai gostar do meu blog de livros:

    Amor, Mistério e Sangue

    Ele é especializado em Suspenses Românticos, mas de vez em quando eu falo sobre outros gêneros de livros também.
    Quando puder, me faça uma visitinha e se quiser me seguir, eu vou adorar!

    ResponderEliminar
  6. Um dizer que ultrapassa a banalidade e aprofunda o sentimento.

    L.B.

    ResponderEliminar
  7. muito intenso os seus textos parabem

    amiga posso te chamar de amiga ???

    ResponderEliminar
  8. Olá minha querida e sensível Sílvia, é isso aí, o amor não permite retrocesso...sentimentos plenos e definitivos...

    paz e harmonia,

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderEliminar
  9. bonito poema

    e a imagem dos homens cueca la em cima é demais =)

    seguindo
    e fui bjão

    ResponderEliminar
  10. *-*

    também não quero parar!

    *-*

    Por isso eu digo "não me larga não"

    beijo,
    Nara

    ResponderEliminar
  11. ótimo poma.
    mto feliz nas palavras e nas colocações
    real e triste eu achei
    ainda mais com essa musik d fundo
    kkkkkkk
    quer fazer alguem chorar?
    kkkkkk

    enfim
    ótima semana com feriado.
    tiradentes...jesus...
    são todos parecidos.
    ainda bem que um morreu d roupa pra saber diferenciar *-*
    abraços e feliz dia do banco de onibus sem almofada...
    pq viajar sentado é coisa pra poucos.. [momento protesto~]

    ResponderEliminar
  12. Fantástico o poema... Adorei cada frase!
    Bjx doidos

    ResponderEliminar
  13. amei demais seu post!!!
    lindo!

    beiijo querida,
    *.*

    ResponderEliminar
  14. ....somos uns
    eternos excomungados
    e condenados a sermos
    felizes...

    bj

    ResponderEliminar
  15. E por que não lhe convidaria a conhecer “O Sr. e o Dr.”.?
    Espero que você, tendo um tempinho, o aprecie.
    Um grande abraço, minha gratidão antecipado e o sincero desejo de um ótimo feriado pra você.

    Abraço do Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com que também luta.

    ResponderEliminar
  16. Sempre belo aqui Sil!

    Grande abraço!!!

    ResponderEliminar
  17. Ai que coisa doce. Lindo, lindo a simplicidade.

    ;)

    ResponderEliminar
  18. Não há mesmo muito o que comentar, a não ser que é um texto lindo, lindo, lindo...
    beijos

    ResponderEliminar
  19. Não pare jamais. Ha muitos motivos para não parar.

    Sílvia, do seu comentário em meu O Sr. e o Dr.: é isso aí. Temos que nos adaptar sempre. E que venham os sermões! (sorrio).

    Abraço, querida amiga!

    Jefhcardoso

    ResponderEliminar
  20. Amar é muitas vezes ndesconstruir o construído e reerguer com lágrimas novos risos.

    ResponderEliminar
  21. Que bonito, seguir junto e nunca olhar para trás.

    BeijooO'

    ResponderEliminar

Ajude-me a fazer arte, deixe a sua marca.