sexta-feira, 30 de abril de 2010

Estreia

Luzes. Cores. Caras conhecidas e desconhecidas. Um elenco gigantesco. Dificuldade em decorar os nomes. Dificuldade em representar certos papéis. Dificuldade em adaptar-me a certas paisagens. Dificudade em actuar em cenas que não parecem minhas. Não vejo o realizador. Ouço a música lá ao fundo, ora calma, ora agitada. Vejo ainda uma tela de cinema e o Sol no meio da noite. Oiço risos e gargalhadas enquanto as lágrimas me escorrem pelo rosto. Oiço vozes que não conheço ditando-me o que devo fazer, ditando-me como devo agir. Tenho saudades de praia, de gelados e de havaianas nos dedos. Horários complexos. Falta de tempo. Apetece-me sair do palco. Oiço alguém dizer "três, dois, um, acção!". Começou o filme da minha vida, e ninguém me disse qual é o meu papel.

terça-feira, 27 de abril de 2010

segunda-feira, 26 de abril de 2010

domingo, 25 de abril de 2010

quinta-feira, 22 de abril de 2010

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Não quero parar

Porque os sentimentos são intensos
E amar também é assumir os erros
Porque quando se ama,
A verdade não dói
E o que se constrói
Exige coragem
Não me largues da mão
Não quero parar
O resto é paisagem
E eu não vou voltar atrás.

domingo, 18 de abril de 2010

Irish philosophy

In life, there are only two things to worry about – Either you are well or you are sick.

If you are well, there is nothing to worry about,
But if you are sick, there are only two things to worry about –

Either you will get well or you will die.
If you get well, there is nothing to worry about,
But if you die, there are only two things to worry about –

Either you will go to heaven or hell.
If you go to heaven, there is nothing to worry about.
And if you go to hell, you’ll be so busy shaking hands with all your friends
You won’t have time to worry about!

O resto é nada

Se perder um amor... não se perca. Se o achar... segure-o. Circunda-te de rosas, ama, bebe e cala. O mais... é nada."
Fernando Pessoa

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Agora e depois

Não há um amanhã nem um depois, não há um talvez nem um mais tarde. Há o presente e o agora. Por isso abre-me a porta, que te espero, e vamos sem rumo. Havemos de ir dar a algum lado.

terça-feira, 13 de abril de 2010

segunda-feira, 12 de abril de 2010

sábado, 10 de abril de 2010

13 factos interessantes sobre os sonhos

1. Cinco minutos após acordar, esquecemos 50% dos sonhos; após dez minutos já esquecemos 90%;
2. Pessoas cegas também sonham;
3. Todas as pessoas sonham, a não ser que tenham um qualquer problema neurológico;
4. Apenas sonhamos com pessoas que já vimos na nossa vida;
5. Cerca de 5% das pessoas sonha a preto e branco;
6. As emoções negativas são mais frequentes nos sonhos do que as positivas;
7. Podemos ter de 4 a 7 sonhos por noite;
8. Os animais também sonham;
9. Por vezes incorporamos sensações da realidade (ex.: uma campainha a tocar) nos nossos sonhos;
10. Os homens sonham com mais homens do que mulheres, enquanto as mulheres sonham em equilíbrio;
11. Quase toda a gente já sonhou com déjà vus;
12. Enquanto ressonarmos não sonhamos;
13. É possível ter orgasmos a sonhar.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Solero

Acordo sem horas
Havaianas nos dedos
O Sol brilha lá fora
Eu tive o mundo cá dentro
E assim sou feliz.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

The life cycle is all backwards

I mean, life is tough. It takes up a lot of your time. What do you get at the end of it? A Death. What's that, a bonus? I think the life cycle is all backwards. You should die first, get it out of the way. Then you live in an old age home. You get kicked out when you're too young, you get a gold watch and you go to work. You work forty years until you're young enough to enjoy your retirement. You do drugs, alcohol, you party, you get ready for high school. You go to grade school, you become a kid, you play, you have no responsabilities. You become a little baby, you go back into the womb, spend your last nine months floating... and you finish off as an orgasm.
George Carlin
(Retirado do facebook do Gil)

Horas

-Que horas são?
-Não sei, mas as estrelas estão a chamar-te.

domingo, 4 de abril de 2010

Amêndoas

Tanta obrigatoriedade com a quem oferecer coisas, com a quem mandar mensagens, com o não engordar, com os almoços em família, com o estar bem arranjado e com o chegar a horas. Não é necessário. Apenas uma Boa Páscoa a todos, e lembrem-se que no final vai ser tudo acerca das amêndoas.

sábado, 3 de abril de 2010

Prémio Dardos


O Prêmio Dardos é um reconhecimento dos valores que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc. que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras. Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web.

O ganhador do "Prêmio Dardos" deve fazer:
1. Você deve exibir a imagem do selo em seu blog.
2. Você deve linkar o blog pelo qual recebeu a indicação.
3. Escolher outros quinze blogs a quem entregar o prêmio dardo.
4. Avisar os escolhidos.

Agradeço a Ana Luz que me deu o meu primeiro selo. O seu blog é: http://aluzdeana.blogspot.com/

Os blogs que eu nomeio são:
http://afaltaqueafaltafaz.blogspot.com/
http://apenasummontedepalavras.blogspot.com/
http://asminhaspequenascoisas.blogspot.com/
http://coffeeblogandcigarettes.blogspot.com/
http://devaneiosprosaicos.blogspot.com/
http://encabuladas.blogspot.com/
http://guilhermellsantos.blogspot.com/
http://impressoesdigitais2.blogspot.com/
http://limitado-ao-stock-inexistente.blogspot.com/
http://meninaquele.blogspot.com/
http://passaroimpossivel.blogspot.com/
http://silvinhahba.blogspot.com/
http://songsaboutsally.blogspot.com/
http://umaasadosilencio.blogspot.com/
http://wwwoidiota.blogspot.com/

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Nova terra

Alguma vez sentiram que não se enquadravam em determinado lugar? Que todos à vossa volta eram mais ou menos do que vocês? Perdida numa nova terra. Caras de sempre que parecem novas, apenas porque foram envelhecidas pelo tempo. Pessoas que mudam tanto que não as reconhecemos. Obras que são feitas e mandam tudo aquilo de que nos lembramos abaixo. Custa construir novas memórias quando a vontade se restringe aos confins de um quarto, quando nem a temperatura é a mesma a que estamos habituados. Estar num sítio que sentimos não ser o nosso, um sítio onde não queremos estar. Quero o meu bilhete de regresso. Porque agora tenho medo. Porque agora tenho frio.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

O que realmente importa

Desde que a vi a chorar sentada naquele chão de pedra que o meu único propósito foi o de a fazer rir. Tentei de tudo até o conseguir. Algo mágico começou então entre nós. Os dias correram com o sentimento de uma nova paixão adolescente. Estava tudo bem, parecia mesmo que estávamos a caminhar para algo. Estava realmente feliz. Mas então ela passou a noite lá em casa, como era costume de agora, mas quando acordei não a vi a meu lado. Ela partira e apenas deixara um bilhete em seu lugar. Tu fazes-me rir, mas ele fazia-me chorar.